Psicologia, fonoaudiologia, neuropsicologia

Autoestima: descubra como gostar mais de você

Autoestima: descubra como gostar mais de você

Para ser feliz, goste mais de você! Agradeça pelo físico, por suas pernas, pelos pulmões e rins, por cada dedo, por cada célula de sua pele que lhe permite sentir as infinitas gotas da chuva, rajadas de ventos e calor do sol.

A cada dia mais egos inflados sobrecarregam nosso bem-estar, e tudo se torna uma disputa, uma competição. Quem é melhor no trabalho, quem é melhor no clico social, quem é mais famoso, quem sabe mais, é mais inteligente, quem é mais bonito?

Nunca uma sociedade foi tão triste por buscar cada dia mais padrões impossíveis de beleza. A ditadura do corpo perfeito deixa mulheres doentes, física e emocionalmente.

Baixa autoestima é uma carga pesada a se carregar, e esse peso não precisa ser seu.

Antes de gostar do seu corpo entenda seu interior. Você gosta das suas emoções? Você está satisfeito com seus pensamentos? Se você segue uma linha negativa em pensamentos, comece transformando-os em bem-estar interior. Medite para elevar suas emoções e gostar mais de si mesmo. Busque estar em paz com você, não lute contra sua insegurança ou raiva, apenas observe e compreenda, entenda a origem dessas emoções negativas e, com o tempo, transforme-as em equilíbrio. Aceite quem você é.

A principal conversa deve ser com seu interior. Questione-se, sem medo das respostas. Pergunte se isso lhe faz bem ou não, se está feliz ou não, para que, através das respostas você possa moldar seus sentimentos. Isso inclui aceitar também os seus defeitos, sua principal honestidade deve ser consigo mesmo, para saber realmente o que você deseja mudar.

Quando tudo está bem dentro, o fora é consequência. Quando pensar em seu corpo, assim como no interior, aceite que nele há defeitos e qualidades. Não sofra, ou agrida as partes que você menos gosta de seu corpo, ele é belo do jeito que é.

Não permita que o ego lidere na busca pela perfeição, e, sim, permita que sua mente lidere a busca pela sua autoestima, para viver feliz consigo mesmo.

Quando você agradece pelo seu corpo, sua energia se eleva e você transmite a ele todo o carinho e compaixão por ele ser exatamente do jeito que é.

Planeje melhorias, sim, faça um exercício, uma alimentação balanceada, mas faça por você, esqueça os egos que querem impor um padrão a ser seguido, porque estar fora dele é muito mais belo.

fonte:site osegredo

Informações do autor

patty